Busque no Telona

Contra o Tempo (2011)

[postlink]http://telona.blogspot.com/2011/04/contra-o-tempo-2011.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=fYZ0nWKyBhUendofvid

[starttext]

Contra o Tempo (Source Code, 2011), do diretor Duncan Jones, é um interessante suspense de ação com um elenco contando com Jake Gyllenhaal, Michelle Monaghan e Vera Farmiga

O filme conta a história do soldado Colter Stevens, que acorda em um trem, no corpo de um outro homem, sem saber bem o que está acontecendo. Ele está sentado frente a uma mulher que não conhece, mas que parece conhecê-lo (ao menos o homem que ela vê a sua frente).

Logo, o soldado Stevens descobre que faz parte de um revolucionário projeto militar que permite a sujeitos com uma determinada "condição especial" que tomem lugar no corpo de alguém já falecido, utilizando conceitos de física quântica, permitindo que "revivam" seus últimos 8 minutos de vida. O objetivo de Stevens é encontrar uma bomba, e o responsável por ela, que teria explodido um trem cheio de passageiros em Chicago, de modo a prevenir um anunciado ataque ainda pior na cidade.

Assim, o soldado Stevens deve correr contra o tempo, revivendo os últimos 8 minutos de vida de um dos passageiros do trem, quantas vezes forem necessárias, até realizar seu objetivo, antes que o pior aconteça. A vantagem é que, nesse mundo alternativo dentro do projeto Código Fonte, ele pode fazer o que quiser, pois está numa versão alternativa do mundo que já aconteceu, como se estivesse dentro de um jogo, de modo a poder fazer o necessário para cumprir sua missão.

Crítica

Algumas pessoas criticaram o filme Contra o Tempo, dizendo que seria uma versão fraca de Déjà Vu (Deja Vu, 2006), pois faltariam elementos científicos que explicassem o procedimento pelo qual passa o soldado Stevens. Mas, eu diria o contrário! Em Contra o Tempo, a questão do "como" ele penetra naquele mundo alternativo é secundária, não é o foco do filme. E, pessoalmente, acho Déja Vu um filme péssimo (em termos), esse sim cheio de falhas de lógica, com sequências que, se bem observadas e pensadas, não fazem qualquer sentido, pelo menos não para quem observa as consequências da alteração no continuum tempo-espaço, deixando óbvias e gritantes falhas de raciocínio na trama do filme.

Enfim, curti bastante Contra o Tempo! Achei as atuações convincentes, a história bem desenvolvida, a trama é cativante...uma boa diversão para quem gosta desse gênero de cinema. Recomendo!

[endtext]

2 comments:

Urbano disse...

Olha acabei de esbarrar com esse site e tenho lido uma crítica após a outra. Curiosamente tenho concordado 100% com tudo que tenho lido aqui (o que é raríssimo pra mim). Também acho Dejavú incongruente em várias passagens perdendo a oportunidade de fazer um final bem mais interessante do que um casal feliz sorrindo no carro. (Que tal se o "outro" Denzel morresse de outra forma a ponto de seu corpo poder ser encontrado pelos colegas dele e estes mostrarem a Denzel, sem explicação, o corpo de seu "alternativo?"
Enfim, Abração!
Urbano.
http://atmosphera2hq.blogspot.com/

Daniel Corradini disse...

Olá Urbano,
fico contente que tenha gostado das críticas!
Realmente, Dejavú me parece bastante falho...mas, como já faz algum tempo q assisti, seus comentários me deixaram a curiosidade de assistir novamente, e reparar, mais uma vez, nessas falhas que me incomodaram. Enfim, filmes, assim como qualquer manifestação de arte, é uma questão de gosto, não é mesmo?! E há quem goste de Dejavú...rs. Fazer o quê?!
Seja bem-vindo ao Telona.
Abraço,
Daniel.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...