Busque no Telona

Biutiful, 2010

[postlink]http://telona.blogspot.com/2011/01/biutiful-2010.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=kuX9wv3W8YIendofvid

[starttext]

"Biutiful" (Biutiful, 2010), do diretor Alejandro G. Iñárritu, é um drama denso que conta a história do personagem interpretado por Javier Bardem.

O filme conta a história de Uxbal, um homem que aproveita as oportunidades como intermediário para arranjar emprego a imigrantes ilegais, seja para a venda de produtos piratas, como no ramo de construção civil, e assim por diante. Para tal, ele tem de negociar com os contratantes, sejam empreiteiras ou fabricantes de produtos ilegais, subornar a polícia, resolver questões dos trabalhadores imigrantes, etc.

Além disso, aproveita-se também de seu (aparente) dom para conectar-se ao mundo do além-vida, recebendo dinheiro de pessoas cujos parentes acabaram de falecer, para que contate os mortos, de modo a dar um pouco de conforto aos vivos.

Uxbal leva uma vida difícil, estressante, sem ganhar muito dinheiro com o que faz. Tem de cuidar de seus dois filhos sozinho, pois a ex-mulher, bipolar, não tem a responsabilidade para desempenhar o papel de mãe adequadamente. E, para dificultar mais as coisas, Uxbal descobre que está morrendo de câncer de próstata, e não tem muito tempo para colocar a vida em ordem, antes de sua hora de partir chegar.

"Biutiful" é um filme bastante dramático, que relata as dificuldades do submundo de uma cidade espanhola. Denso, intimista, conta histórias de miséria e tragédia constantes, de pessoas que buscam a sobrevivência da maneira que podem.

Em alguns momentos, o filme desenvolve-se lentamente, atentando mais a passar a emoção e sentimento vividos pelos personagens. Acompanhamos, na maior parte do tempo, a trajetória de Uxbal em contato com as diversas histórias mostradas no filme, que ocasionalmente desdobram-se um pouco sem a presença do personagem principal.

Achei o filme muito interessante, apesar de saber que não agradará a todos. O lado dramático do filme é bastante pesado, sem buscar, necessariamente, um final feliz para a história. Para os que gostam de drama, esse filme é um prato cheio. Ainda assim, recomendo-o!!! Vale a pena conferir, até porquê a interpretação de Javier Bardem está impecável, muitos já afirmando que o Oscar de melhor ator deve ser dele em 2011.

[endtext]

0 comments:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...